ss

Genéricos são cópias de medicamentos inovadores cujas patentes já expiraram. Eles têm as mesmas características e produzem no organismo os mesmos efeitos de um medicamento de marca (medicamento de referência já comercializado no Brasil). A diferença é que eles não têm nome comercial e são vendidos pelo nome da molécula (princípio ativo).

O medicamento genérico custa menos por não precisar de investimento em pesquisa para o desenvolvimento e nem em publicidade para a marca, já consolidada no mercado.

O programa de medicamentos genéricos foi criado no Brasil em 1999, com a promulgação da Lei 9.787/99, formulada com o objetivo de implementar uma política consistente de auxílio ao acesso a tratamentos no país.

Com preços em média 35% mais baixos, os genéricos colaboram para a acessibilidade aos medicamentos, possibilitando que muitos pacientes sigam com o tratamento.